terça-feira, 9 de novembro de 2010

Amor, ENEM e o Mundo Digital...

João - Garçom, vê uma porção de batata?

Garçom - Com bacon?

João - Pode ser...

Lucas - João, você não era vegetariano?

João - Eu tentei ser por causa da Jéssica. Sabe como é né, agradar e tudo mais...

Lucas - Mas você era chato pra caralho! Não podia me ver comendo carne que já chegava falando dos malefícios, que eu ia morrer mais cedo, que teria um tumor nas bolas, no cu, etc.

João - Foi mal cara. É coisa de ator, tá ligado? Tem que incorporar o personagem, senão não dá certo. É coisa de acreditar na própria mentira.

Lucas - É um boiola mesmo! E a Jéssica, te largou mesmo?

João - Aquela filha da puta me trocou por outra menina.

Lucas - Disso eu não sabia! hahaha! Me conta como foi.

João - Sabe que eu e a Jéssica éramos fissurados por coisas eletrônicas, não é? Vivíamos no computador. A gente tava sempre no twitter, no facebook, no orkut, no myspace, no msn... Sempre baixando alguma coisa. Namorávamos muito mais online do que offline. A gente brigava quando um roubava a colheita feliz um do outro! Nosso programa preferido do sábado era baixar algum episódio de algum seriado de menina, tipo Gossip Girl, e ficar assistindo e falando merda no msn.

Lucas - Disso tudo eu sei...

João - Pois é. Sem contar que passávamos horas jogando videogame. Ela gostava de Wii Sports e eu de Zelda.

Lucas - Também lembro disso tudo. Você ainda é assim, um quase nerd.

João - Esse é o problema. Quando não estávamos juntos, nem mesmo online, a gente tava no celular conversando ou trocando mensagens. Nossa vida juntos só era possível por conta dos aparelhos eletrônicos!

Lucas - E isso é ruim?

João - Foi determinante na nossa separação... Jéssica começou a sair com uma amiga que era toda tatuada. Ainda por cima era roqueira e motoqueira. Se chama Luana...

Lucas - Tô até imaginando o que aconteceu...

João - A tal da Luana começou a levar a Jéssica em vários lugares que ela nunca tinha ido. Iam até montanhas, parques com grandes lagos, pontos turísticos, shows de rock, raves. Luana dizia que iria ensinar a Jéssica a viver. E não deu outra. Duas gatas correndo em alta velocidade numa moto em pleno pôr-do-sol... Cabelos jogados ao vento. Não tinha como competir com isso. Não tinha post no twitter que a trouxesse de volta para o meu lado. Reconheço a derrota. Reconheço também que foi tudo culpa da minha dependência com relação aos aparelhos eletrônicos e internet. Se não fosse isso, talvez ela não tivesse me largado pra ficar com a motoqueira.

Lucas - Triste, muito triste...

João - É por isso que eu vou comer carne! Que venha o bacon, a costela, a maminha, o pernil. Venham gaúchos com seus churrascos pingando sangue! Quero mais é devorar tudo pra contornar minha desilusão!

Lucas - Eu faria o mesmo, amigo!

João - Valeu pela compreensão. E você, cara, o que conta? Como foi no ENEM?

Lucas - Não fui.

João - Como assim?

Lucas - Foi uma merda! Estudei o ano inteiro pra essa porra, mas chegou na hora e tava tudo errado!

João - Pô, mas dizem que essa prova é super controlada e tals...

Lucas - Dizem, mas não é verdade! Pra começar, enfrentei um puta congestionamento pra chegar no local da prova. Quase perdi o horário. Aliás, muita gente se atrasou.

João - Que sacanagem...

Lucas - Aí abro o caderno de provas e ele tava cheio de erros. Gabarito errado, folhas em branco, questões repetidas, questões faltando... Sem contar que a prova tava super foda!

João - Sério?!

Lucas - Cara, metade das questões de humanas eram sobre zona rural, trabalhadores rurais, MST... Eu não sei nada dessa porra! E ainda veio uma pergunta sobre um tal de Michel Foucault. Nunca ouvi falar nesse merda!

João - Que grande merda!

Lucas - Eu tive vontade de sair correndo na parte de química. E na de matemática então... Queria ter incorporado o Einstein pra fazer aquilo. E, mesmo assim, não sei se daria tempo.

João - Vixe!

Lucas - A prova de inglês tava fácil. E a redação era super manjada. Nessas duas partes eu fui bem.

João - Pelo menos isso!

Lucas - Mas não vai adiantar nada, pois já anularam a prova!

João - Nem fiquei sabendo...

Lucas - É, o pessoal entrou na justiça por conta dos erros de impressão.

João - É bem complicado mesmo. Você se prepara um ano inteiro, chega na hora e acontece isso. É de colocar o dedo no cu e rasgar.

Lucas - Tinha que rasgar o cu de quem elaborou essa prova, isso sim!

(O garçom chega com a porção de batata)

João - Obrigado! Servido aí Lucas?

Lucas - Tô de boa... Cara, aquela ali não é a Jéssica?

João - Putz, é sim! E a Luana tá junto dela.

Lucas - Elas estão olhando pra cá...

João - Cara, esconde essa porção de batata! Ela não sabe ainda que parei de ser vegetariano!

Lucas - Esconder aonde?

João - Você realmente quer que eu responda isso?

Lucas - Calma também né... Ei, olha lá, parece que elas brigaram!

João - Eu tô vendo, tô vendo! Mas não fica olhando pra lá... Disfarça!

Lucas - A Jéssica tá chorando... Coitada. A tal da Luana a deixou. Por que você não vai até lá?

João - Espera ela sofrer mais um pouquinho...

Lucas - Tá certo. Mas acho que é a sua chance!

João - Tá bom, tá bom ...


... 1 mês depois...

Jéssica - Filho da puta! Filho da puta!

João - Que foi amor?

Jéssica - Não acredito que você roubou de novo minhas maçãs! Eu tinha acabado de plantar... assim nunca vou conseguir ter moeda verde pra comprar mais um terreno! Você vai ver quando eu tiver um cão de guarda, vai ver!

João - Que que você disse, amor? Eu tava postando no twitter e não entendi!

Jéssica - Esquece.

(O celular de Jéssica vibra)

(Uma mensagem)

(QUERO O SEU PERDÃO. AINDA TE AMO MUITO. LUANA S2)

João - Amor, você não vai mexer no seu twitter não?

Jéssica - Não. De repente eu perdi a vontade...

3 comentários:

Ana.K disse...

Ah, que legal ler o que vc escreve Le!

O ENEM está mais ridiculo do que casos de amor, sério!

Douglas Turolli disse...

Karakas man, continua escrevendo super bem ,ri pakas em algumas partes! kkk Só uma crítica: você oxilou em um ponto, em alguns momentos escreveu como sempre (tom critico e sem escrupulos), mas em alguma parte se apegou em termos técnicos tipo "aparelhos eletrônicos"... enfim, isso não tira o brilho da critica ao Enem e as peculariedades do amor (perder pra outra mina é menos pior do que pra outro kra? fica a duvida) xD hehe achei mt bom esse texto man! Abraço

disse...

Valeu Douglas! haha

É foda me desvencilhar do cientificismo... Vc tá certo!